Recent Posts

A visão do bebê mês a mês

O desenvolvimento da visão do bebê durante os primeiros meses de vida




Você sabia que a visão dos bebês não é tão nítida quanto a dos adultos? 
Ao longo do primeiro ano de vida a visão dos bebês muda muito e os pais podem ajudar os seus filhos a se tornarem adultos com uma ótima visão.
Nesse texto, vamos explicar passo a passo como esse desenvolvimento da visão dos bebês ocorre.

O sistema visual dos humanos começa a se desenvolver ainda durante a gestação mas não está totalmente completa quando a criança nasce.  Ele continua a desenvolver durante os primeiros meses de vida. A criança precisa receber um bom estímulo visual para que a sua visão se desenvolva de forma plena.  
A primeira visão dos bebês é muito embaçada. Eles não veem muito detalhes e enxergam em tons de cinza. Com o passar dos meses o sistema visual (que engloba os olhos, o nervo óptico e o cérebro) vai se desenvolvendo e atingindo uma visão mais parecida com a de um adulto
É importante que os pais conheçam os marcos do desenvolvimento visual das crianças e saibam reconhecer algum sinal de problema visual e assim recorrer a um oftalmologista.

Saiba agora passo a passo como se desenvolve a visão do bebê durante as fases da vida


Durante a gravidez

O desenvolvimento visual dos bebês começa ainda dentro do útero. Portanto uma alimentação saudável da mãe durante a gestação, com o uso eventual de suplementos vitamínicos que o obstetra possa passar é importante. Evitar o uso de álcool e de cigarros e fazer os exames pré-natais são fundamentais para que o seu bebê nasça com uma visão saudável.

A visão do bebê logo após o nascimento

Logo após o parto, o pediatra ainda na maternidade fará o teste do olhinho. Esse exame é obrigatório em quase todos os estados do Brasil e é importante para fazer o diagnóstico precoce de doenças como catarata congênita, glaucoma congênito, retinoblastoma entre outras.
Nessa idade a visão do bebê recém-nascido é muito turva e ele não é capaz de distinguir cores. Apenas nuances de cinza. Eles também não conseguem focar em algum objeto. No entanto, em poucos dias o bebê já consegue distinguir o rosto da mãe do rosto de outras pessoas. Mas como ele só percebe grandes contrastes, sem perceber pequenos detalhes é importante que a mãe não mude seu visual, não corte o cabelo, mantenha sempre o mesmo penteado etc. Isso vai facilitar a criança a reconhecer que aquele rosto é o da sua mãe.

A visão do bebê no primeiro mês de vida

A sensibilidade de um recém-nascido à luz é muito baixa. Por isso os pais não precisam ficar preocupados de deixar a luz do quarto acesa ou algum abajur ligado pois isso não irá atrapalhar o sono do bebê.
Com 1 semana de vida a criança já começa a perceber as cores. Inicialmente começa pelas cores vermelha, laranja, amarela e verde. Mais tarde ela passa a perceber também o azul e o violeta.
Nessa idade é normal as vezes a criança ficar estrábica (vesga). Um dos olhos pode desviar para dentro ou para fora. Isso é eventual e rápido. E é normal. Mas se você notar que esse desvio é muito grande e constante (o tempo todo) uma consulta com oftalmologista é fundamental
Para estimular a visão do seu filho nessa idade decore o quarto e o berço com objetos de cores fortes e de vários formatos.

A visão do bebê no 2º e 3º meses de vida

Nessa fase a visão se desenvolve muito rápido. Os bebês já vão começar a ter uma visão mais nítida. Vão começar a seguir os objetos com os olhos. Inclusive vão aprender a mudar o olhar de um objeto para outro sem virar a cabeça. Os desvios (estrabismo) vão ser cada vez mais raros.
Ele estará também mais sensível a claridade e então já é interessante reduzir a luz do quarto para ajudá-lo a dormir e a reconhecer a diferença do dia para a noite.
Para estimular a visão nessa fase, continue colocando itens coloridos e variados no quarto. Mude os objetos de posição para forçar ele a segui-lo com os olhos. Quando ele estiver acordado e supervisionado por um adulto, coloque-o deitado de barriga para baixo. Ele irá levantar o pescoço para olhar para a frente. Isso é um estimulo importante para o seu desenvolvimento motor e visual.

A visão do bebê entre o 4º e 6º mês de vida

A visão da criança está cada vez mais nítida. Os olhos se movem mais rápidos e de forma mais precisa. A visão que era de 20/400 (10% de eficiência visual) ao nascimento agora é de 20/25 (95% de eficiência visual) com 6 meses. A visão de cores é quase igual a de um adulto.

Essa é a recomendação da academia americana de oftalmologia

A visão do bebê entre o 7º e o 12º mês de vida

Nessa idade os bebês conseguem coordenar melhor os olhos com as mãos. Já começam a engatinhar, pegar objetos, colocar coisas na boca e já tem melhor noção de profundidade.
São também mais propensos a pequenos acidentes domésticos e inclusive com risco de enfiar algum objeto no olho e ter graves consequências. Esteja atento.

Atenção com o Estrabismo

Estrabismo é o termo correto para “vesgo”. Ou seja, quando os olhos não se movem juntos de um lado para o outro. Como dissemos anteriormente, é normal um bebê pequeno, principalmente antes dos 3 meses, ficar em alguns momentos, um pouco estrábico. No entanto, se esse desvio for grande e for constante é fundamental procurar um oftalmologista o mais rápido possível. Se o estrabismo não for tratado logo, a criança corre o risco de desenvolver AMBLIOPIA (ou olho preguiçoso) que é uma condição que causa baixa visão e é irreversível

Doenças oculares em crianças prematuras

Crianças nascidas com menos de 37 semanas são consideradas prematuras. E esses bebês prematuros são mais propensos a terem problemas visuais. Quanto mais prematuro mais chance.

- Retinopatia da prematuridade (ROP): Nessa doença o tecido retiniano sofre crescimento anormal dos vasos sanguíneos, fibrose e cicatrização. Pode ocorrer até descolamento de retina. Casos mais graves podem causar cegueira. Crianças muito prematuras, com baixo peso e que receberam oxigênio suplementar na maternidade tem risco maior de desenvolver ROP.


- Nistagmo: Nistagmo é um movimento involuntário e constante dos olhos de um lado para o outro (pode ser também de cima par baixo ou rotacional). Pode estar presente desde o nascimento ou só aparecer algumas semanas depois. O nistagmo ocorre porque há algum problema no desenvolvimento do sistema visual. O exame com o oftalmologista deve ser feito assim que o nistagmo é percebido.

DICAS

- Muitos bebês nascem com os olhos claros mas depois de alguns meses, ele escurecem. Isso ocorre porque nos primeiros dias existe pouca melanina (pigmento que dá a cor) na íris. Mas ao longo do tempo aumenta a quantidade de melanina na íris e o olho adquire a cor definitiva. Para saber a chance do seu filho ter olhos claros ou escuros, leia o texto abaixo

- Não deixe o bebê passar muitas horas na frente da TV. Mesmo que seja vendo os tais vídeos educativos. A criança precisa de diferentes estímulos para se desenvolver, não só da TV. O brilho da tela da TV é muito intenso e vai fazer a criança não prestar atenção nos outros objetos do ambiente e nas pessoas também. 

- Não deixe seu filho (criança ou adolescente)  passar muitas horas na frente do celular, do tablet ou do computador. Isso pode ser um estímulo a ele desenvolver miopia. 



0 comentários:

Postar um comentário