Recent Posts

SMILE - Novas técnicas de cirurgia para Miopia

Sim, existe uma nova técnica de cirurgia de Miopia. E ela se chama SMILE.



Mais da metade da população mundial depende de óculos ou lentes de contato para enxergar. Mas muitos sentem que essa dependência interfere ou atrapalha nas suas atividades de trabalho ou lazer.
Ser capaz de enxergar perfeitamente sem o auxilio de óculos ou lente de contato é um desejo e um sonho para muitas pessoas.
A cirurgia refrativa é a cirurgia oftalmológica capaz de realizar o sonho de enxergar bem sem precisar de óculos
Já falamos muito nesse Blog sobre as cirurgias de PRK e Lasik. 
Hoje iremos falar também da nova técnica de cirurgia para correção de miopia e astigmatismo. É a cirurgia ReLEx SMILE, ou simplesmente, SMILE (Small Incision Lenticule Extraction)




Uma vida sem óculos

As técnicas para correção de miopia surgiram na década de 80. O principio básico por trás de todos os métodos de correção refrativa a laser é remodelar a camada externa da córnea (mudando a espessura e o formato) para que o ponto focal dos raios de luz caiam exatamente na retina e não na frente (como ocorre na miopia) ou atrás dela (hipermetropia)
O laser utilizado para essa correção chama-se excimer laser
Os métodos originais de tratamento (PRK ou Lasek) removem manualmente a camada mais externa da córnea, chamada epitélio. O laser então é aplicado e ao longo das semanas esse epitélio se refaz. A recuperação é em geral lenta e um pouco desconfortável.

Surgiu então a técnica chamada LASIK. Nessa cirurgia, um aparelho chamado microceratomo (semelhante a uma lamina de bisturi) cria um flap na córnea (uma camada circular e superficial da córnea de 270 graus). O excimer laser então é aplicado na camada da córnea abaixo desse flap e o mesmo é reposicionado sobre a córnea. Embora traga mais conforto e uma recuperação visual mais rápida do que a técnica PRK, o lasik traz mais riscos pois pode haver problemas na confecção desse flap durante a cirurgia ou, meses ou até anos após a cirurgia, ocorrer um deslocamento ou rasgo desse flap após algum trauma no olho. Atualmente, o flap pode ser feito com o auxílio de outro tipo de laser, o femtolaser. E depois do flap feito, usa-se o mesmo excimer laser para corrigir o grau. A cirurgia passa a se chamar então FemtoLasik.

O principio do ReLEx Smile é diferente. Ele não envolve o excimer laser. O laser de femtossegundo de alta precisão do aparelho Visumax, fabricado pela Zeiss, cria uma lente muito pequena chamada lentícula, na parte mais interna da córnea. O tamanho e forma dessa lentícula vai variar de acordo com o grau a ser corrigido. Então, através de uma incisão muito pequena, o cirurgião remove essa lenticula da córnea. Dessa maneira, a forma da córnea será alterada, corrigindo o erro refracional do paciente. Não há criação de flap, a área de incisão é muito pequena e as camadas mais externas da córnea permanecem praticamente intactas. É um método minimamente invasivo, preciso e conveniente.



Vantagens da cirurgia de miopia pela técnica SMILE

- cirurgia minimamente invasiva (corte 80%0 menor do que o Lasik)



- preservação quase completa das camadas mais externas da córnea (epitélio e membrana de bowman) o que minimiza o desconforto logo após a cirurgia e possibilita rápida recuperação visual

- menos chance de desenvolver olho seco no pós operatório pois os nervos que regulam a produção da lágrima não são afetados pela cirurgia (como ocorre principalmente no Lasik mas também no PRK)

- O laser de femtossegundo faz o tratamento na parte interna da córnea, não sendo influenciado por condições ambientais da sala cirúrgica (umidade, temperatura) nem por hidratação da córnea.

- Resultados muito previsíveis com alto grau de precisão na correção do grau

- correção 100% a laser num único estágio de cirurgia.

Risco de desenvolver Ectasia de Córnea (ceratocone) após cirurgia refrativa

- A cirurgia SMILE remove parte das camadas mais internas da córnea, ao contrário da cirurgia de PRK e LASIK que afetam as camadas mais externas da córnea. As camadas mais externas são as principais camadas de estrutura e sustentação da córnea. Desse modo, preservando essas camadas, a cirurgia de SMILE da Zeiss diminui o risco de perda da arquitetura normal da córnea e o desenvolvimento de uma doença chamada ectasia pós LASIK, que é um tipo de Ceratocone. O desenvolvimento dessa ectasia pós cirurgia refrativa é a complicação mais grave e mais temida da cirurgia para correção de grau. A nova técnica de cirurgia refrativa, ReLex SMILE tem um benefício teórico (ainda carece de mais estudos científicos) de causar menos risco de ectasia do que o LASIK e o PRK



A cirurgia SMILE é muito nova ou já é uma cirurgia considerada segura e bem estudada?

R: A cirurgia de extração de lenticula refrativa (SMILE)  tem sido realizada desde 2006, portanto há mais de 10 anos. Os resultados da técnica SMILE já são comprovadamente seguros e eficazes, de acordo com diversos estudos internacionais, atingindo um nível de excelência e já é utilizada em mais de 60 países.

O SMILE começou a ser realizado no Brasil em 2012, com crescente aceitação dos cirurgiões.
Ele possui registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária Brasileira, pelo FDA (EUA) e pelo Conselho Europeu. Atualmente, quase um milhão de cirurgias com essa técnica  já foi realizada pelo mundo e os resultados apontam níveis elevados de segurança, conforto e eficiência.


Para quais tipos de grau a cirurgia de SMILE está indicada?

R: Atualmente, a cirurgia de ReLEx Smile está indicada para miopia de até 10 graus e astigmatismo de até 5 graus. Para hipermetropia, a cirurgia ainda não está indicada mas pesquisas estão sendo feitas e a expectativa é que seja autorizada nos próximos anos.

Como posso saber se sou um bom candidato a cirurgia de ReLEx SMILE?

R: Como toda cirurgia para correção visual você vai precisar de um exame ocular detalhado. Especificamente para avaliar a córnea, medindo a espessura e a curvatura. Será preciso medir bem o seu grau, com e sem dilatação da pupila. Então seu médico juntará os dados e dirá se você é um bom candidato ou não

Depois do ReLEx SMILE, em quanto tempo eu volto a enxergar bem e a voltar as minhas atividades normais?

R: Cada paciente cicatriza de uma maneira diferente. Mas na maioria dos casos, após 1 ou 2 dias a visão já está muito boa e vai se estabilizar em torno de 2 ou 3 semanas. Para comparar, no PRK a recuperação visual total pode levar até 2 meses.
O paciente pode retomar suas atividades normais como dirigir, trabalhar, ver TV e computador apenas alguns dias depois do tratamento. É bem rápido

Quais os riscos dessa nova cirurgia refrativa, chamada SMILE?

Como toda cirurgia médica a técnica SMILE não é isenta de riscos. Por ser uma técnica nova e realizada há relativamente poucos anos, algumas complicações não são bem conhecidas e podem aparecer só daqui há alguns anos.
Durante a cirurgia, pode ser difícil retirar a lenticula por inteiro. Nesse caso, pode sobrar algum tipo de grau e ser necessário complementar com o excimer laser (PRK p.ex.).

Caso o paciente se mexa muito durante o exame, o laser que cria a lenticula pode não ser completado. Ai a cirurgia deverá ser abortada e refeita após algumas semanas.



Para saber mais sobre as técnicas de PRK e LASIK e as diferenças entre elas, leia o texto abaixo

0 comentários:

Postar um comentário