Recent Posts

Controle da Miopia - Como evitar que a Miopia aumente

Miopia é uma epidemia mundial. O número de pessoas míopes tem aumentado assustadoramente nos últimos anos. E algumas projeções (do Brien Holden Vision Institute em Sydney, Australia) dizem que em 2050, metade da população mundial será míope. Isso mesmo, 1 a cada 2 pessoas terá miopia. No ano 2000, esse índice era de 23%.
Em alguns países, especialmente da Ásia, essa taxa é ainda maior, chegando até a 80%.

Os fatores que são os culpados por aumentar o número de míopes são:
- Uso em excesso da visão de perto, especialmente com aparelhos eletrônicos, incluindo telefones celulares e smartphones
- Muitas horas por dia realizando atividades “indoor”, ou dentro de casa ou escola. Pouco tempo dedicado as atividades ao ar livre



Porque o meu filho é míope?

Existe um fator hereditário sim. Crianças que tem o pai e a mãe míopes tem mais chance de ser míope também. Isso é mais relevante em casos de alta miopia. Graus acima de 5 ou 6 de miopia.
No entanto, a maioria dos casos de miopia não tem um fundo genético. Simplesmente acontecem mesmo que não tenha casos de miopia nos pais.
Os fatores já mencionados acima podem explicar a miopia do seu filho.

O que é Miopia?

Miopia é a dificuldade para enxergar de longe. Acontece porque o olho fica maior do que deveria e a imagem é focalizada antes da retina. Para saber mais sobre isso, leia o texto abaixo




Existe algum problema de ser míope?

Em geral não. Apenas o fato de ter que usar óculos ou lente de contato. Entretanto os pacientes com miopia moderada (entre 3 e 6 graus) e miopia alta (acima de 6) tem um risco maior de desenvolver descolamento de retina e glaucoma. Também costumam a apresentar catarata mais cedo.
Além disso graus muito altos de miopia podem ser difíceis de serem operados. Uma miopia baixa ou moderada tem resultados melhores com a cirurgia de miopia.




  
A boa notícia é que nós temos como tentar evitar que nossas crianças se tornem adultos míopes.

Além de tentar evitar os fatores de risco citados acima, mudando o estilo de vida das crianças, algumas medidas conseguiram mostrar um benefício em reduzir ou ao menos diminuir a velocidade de aumento da miopia

Nos últimos anos, alguns estudos científicos conseguiram identificar alguns tratamentos que podem frear ou até mesmo impedir o aumento da miopia.
É isso que nós vamos chamar de “controle da miopia”
Embora não seja possível “curar” a miopia fazendo a criança deixar de ser míope, é possível fazer a miopia não aumentar ou ao menos aumentar de forma menos rápida. Existe uma tendência natural da miopia aumentar na adolescência. E é isso que tentamos evitar.

Os métodos disponíveis hoje em dia para controle da miopia são:

- Uso de colírios de atropina
- Lente de contato multifocais
- Óculos multifocais
- Ortoceratologia

1) Uso do colírio de atropina para controle da miopia

O colírio de atropina já tem sido usado por muitos anos na tentativa de diminuir a progressão da miopia. No entanto esse medicamento tem alguns efeitos colaterais.
A atropina provoca dilatação da pupila e relaxa o mecanismo de “foco” do olho. Com isso ele atrapalha a visão de perto. O efeito da atropina pode durar muitas horas, normalmente mais de 1 dia. E por isso esses colírios não são usados normalmente pelos oftalmologistas para fazer o exame de vista e fundo de olho. Nesses casos são usados colírios que também dilatam a pupila mas que o efeito passa mais rápido.
Atualmente os colírios de atropina são utilizados para aliviar a dor ocular em algumas doenças oculares mais especificas
Ao longo dos anos, alguns estudos (inclusive alguns feitos no Brasil) mostraram que a atropina é capaz de frear a progressão da miopia em quase 80% dos pacientes. No entanto, a dose utilizada (atropina 0,01%) é bem inferior ao do colírio vendido comercialmente. Esse colírio então deve ser feito em farmácias especializadas em manipulação de colírios e SOMENTE sob orientação de um oftalmologista. Nunca use essa medicação sem orientação médica
Recentemente o Conselho Federal de Medicina emitiu parecer favorável ao uso do colírio de atropina 0,1% no controle da progressão da miopia em crianças.
Mesmo em dose mais baixa do que a usualmente usada, esse colírio de atropina ainda pode ter alguns efeitos colaterais, como fotofobia, dor de cabeça e dificuldade para ler de perto. Todos esses possíveis efeitos colaterais somem após parar o uso do medicamento

2) Uso de lentes de contato multifocais

Lentes de contato multifocais são lentes de contato que corrigem a visão de longe, no caso a miopia, além de terem um grau adicional para melhorar a visão de curta distância. Essas lentes são usadas normalmente para pessoas com mais de 40 anos que sofrem de miopia e presbiopia (a vista cansada de perto).
No entanto, pesquisadores nos EUA e na China, mostraram que crianças que usaram essas lentes multifocais tiveram 50% a menos de chance de terem aumento da miopia em relação as crianças que só usaram óculos ou lente para miopia.
No entanto, os pesquisadores ressaltam que é necessário mais estudos, envolvendo mais crianças para mostrar realmente que esse tratamento é seguro e funciona.

3) Uso de óculos multifocais

O uso de óculos multifocais para controle da miopia não tem mostrado resultados tão bons quanto o uso das lentes de contato multifocais. Na verdade, alguns estudos mostraram que esse tratamento não foi eficaz em reduzir o aumento da miopia em crianças e adolescentes.
Em 2003 foi publicado um grande estudo internacional que mostrou que o uso de óculos multifocais reduziu muito pouco a miopia em crianças quando comparado com quem usou óculos comum.
Um estudo mais recente, publicado em 2014 já mostrou que houve melhora sim da miopia nas crianças que usaram óculos bifocais em relação a quem só usou óculos comum de miopia. Desse modo, a prescrição de óculos bifocais ou multifocais para crianças com o objetivo de evitar o aumento da miopia ainda é muito controverso e só deve ser feito sob orientação expressa de um médico oftalmologista

4) Ortoceratologia

A ortoceratologia é um tratamento em que a pessoa usa lentes de contato gás permeáveis especiais durante a noite. O paciente dorme com essa lente e isso modifica a forma da córnea temporariamente. Fazem um remodelamento da córnea. Assim, quando a pessoa acorda ela consegue ficar sem óculos ou lentes de contato durante o dia, enxergando com nitidez. Atenção: Esse tratamento não é feito com as lentes de contato usuais. São lentes de contato especificas para ortoceratologia. Não durma com as suas lentes esperando acordar enxergando bem pois isso não vai funcionar e pode te trazer problemas.
Mas voltando ao assunto desse texto. Algumas pesquisas conduzidas no Japão, em Hong Kong e na Espanha, mostraram que a ortoceratologia foi capaz de reduzir o aumento da miopia em crianças e adolescentes.

Em quais casos esses tratamentos funcionam para controlar a miopia?

Quando mais cedo começar o tratamento melhor. Em crianças e adolescentes está comprovado o sucesso do tratamento. Mas em adolescentes mais velhos e adultos o efeito já não existe.
Logo, o mais importante é detectar a miopia cedo. Mesmo crianças que não reclamam de dificuldade visual devem ser examinadas por um oftalmologista pois as vezes a criança não sabe dizer ou não percebe a dificuldade e só no exame é detectado um grau de miopia

Existem exercícios que reduzem ou curam a miopia?

Não. A resposta é bem simples. Não. Na internet muitos sites preconizam e vendem esses exercícios que dizem curar ou reduzir a miopia e prometem até que a pessoa vai abandonar os óculos. Não se iludam. Isso não funciona. Não tem nenhum estudo cientifico, por mais simples que seja, que mostre algum resultado desses tratamentos.

Qual desses tratamentos é o melhor para controlar a miopia?

Todos os tratamentos podem ser eficazes e o oftalmologista vai saber indicar qual o melhor para cada caso. Muitas vezes é possível combinar mais de um tratamento. Por exemplo, usar o colírio de atropina 0,01% e usar lentes de contato multifocais ou mesmo ortoceratologia.
Esses tratamentos NUNCA devem ser feitos SEM orientação de um médico oftalmologista. Quando mal-empregados eles podem trazer prejuízos a visão da criança

EM RESUMO:

Para evitar que uma criança desenvolva miopia ou tenha um aumento rápido do grau de miopia durante a infância ou adolescência devemos fazer:
 - Limitar e reduzir o número de horas por dia que a criança usa aparelhos eletrônicos, principalmente smartphones, celulares, laptops, videogames etc.
- Fazer atividades ao ar livre. Evitar ficar muitas horas em locais internos sem exposição a luz do dia.
- Procurar um oftalmologista e ver se alguns dos tratamentos citados acima pode ser usado no seu caso.

Lembrando que a cirurgia para correção de miopia só deve ser feita a partir dos 18 anos, as vezes só depois dos 21 anos. Para saber mais sobre esse tipo de cirurgia leia o texto abaixo:

Quer usar lente de contato ao invés de óculos? Leia tudo sobre lente de contato para miopia


0 comentários:

Postar um comentário