Recent Posts

Vitaminas para os Olhos

Quais as vitaminas boas para os olhos? Quais alimentos são importantes para fortalecer os olhos? É necessário tomar algum suplemento para ter uma boa visão? Que doenças dos olhos as vitaminas podem prevenir? Existe alguma vitamina para olhos secos?
Nesse texto vamos responder a essas perguntas e muito mais. 



Durante o texto você vai ler varias vezes a expressão DMRI que significa Degeneração Macular Relacionada a Idade, uma doença muito comum em pessoa acima de 60 anos, Para saber mais sobre ela, clique aqui.
Também falaremos muito sobre catarata. Se quiser saber mais sobre ela, clique aqui.



A Vitamina A e a visão 



A vitamina A é importante na visão, na formação dos ossos e no sistema imunológico. Ela também ajuda a evitar infeções.
A deficiência de vitamina A pode levar a cegueira noturna, ao ressecamento do olho e a lesões na córnea

A vitamina A pode ser encontrada de duas formas:
Forma animal: Presente no bife de fígado, no leite, no queijo, na gema de ovo ela é encontrada na forma de retinol. É a chamada vitamina A pré formada
Fonte vegetal: A vitamina A oriunda dos vegetais e frutas é chamada de carotenoides (o mais comum deles é o beta caroteno). Os carotenoides são convertidos em retinol pelo nosso organismo. Fontes ricas em vitamina A são a cenoura, a abóbora, a batata doce e vegetais de folhas escuras como o espinafre e a couve. 

A ingestão exagerada de vitamina A pode trazer efeitos colaterais importantes, inclusive aumentar a chance de osteoporose.


Riboflavina ou Vitamina B2 



A riboflavina, também conhecida por vitamina B2, permite a produção de energia através da decomposição e utilização dos hidratos de carbono, proteínas e gorduras. A riboflavina é essencial para a atividade de várias enzimas que protegem os olhos e previnem as cataratas.

Boas fontes de B2 (riboflavina) são:  Levedura de cerveja, pão, leite, vegetais verdes, fígado e amêndoas

Vitamina C é boa para os olhos?



A vitamina C além de ser um antioxidante pode ajudar também a atrasar a catarata e a degeneração macular.
Segundo alguns estudos a suplementação de vitamina C pode reduzir em 17 a 33% o ritmo de evolução da catarata. Sua ação antioxidante auxiliaria a manter a transparência do cristalino
Uma dose sugerida de vitamina C para homens seria de 90 miligramas ao dia e, para as mulheres, 75 miligramas. Para comparar, uma laranja concentra cerca de 40 miligramas de vitamina C e 100 gramas de pimentão amarelo ostentam nada menos que 200 miligramas do micronutriente. Logo, não há necessidades de comprimidos de vitamina C. Uma alimentação saudável é suficiente.

Vitamina E para a saúde ocular



Assim como a vitamina C, a vitamina E pode servir como um ótimo antioxidante e agente contra a catarata e também contra a degeneração macular.
Estudos mostram que a vitamina E pode contribuir consideravelmente para a prevenção das cataratas. Ainda não está totalmente esclarecido se a deficiência de vitamina E também contribui para uma DMRI. Isto está sendo examinado atualmente em vários estudos.
A vitamina E está presente nos seguintes alimentos:
Óleos vegetais, Gema de ovo, Germe de trigo, leite, Vegetais de folha verde, Nozes e frutos secos como amêndoas, amendoins e pinhões, juntamente com damascos secos e sementes de girassol.

Zinco: O zinco é um componente muito encontrado na retina e parece ter um efeito protetor para o olho. Em concentrações especificas, a suplementação de Zinco pode ser útil na DMRI. Alimentos ricos em zinco, como carne, frutos do mar, leguminosas, oleaginosas, pescados e leite.

Cobre: está presente nos cereais integrais, nas frutas secas, nas nozes, nas ostras e nos mariscos. Sua função é evitar a morte de células no fundo do olho e a degeneração macular.

Os carotenóides

Os carotenóides são pigmentos naturais presentes nas folhas das plantas, nos vegetais e nas frutas. São eles que dão as cores a esses alimentos, seja verde, amarelo, laranja ou vermelho. Essas substâncias funcionam como antioxidantes, protegendo as células das ações nocivas dos radicais livres
Existem vários tipos de carotenoides mas no olho humano existem apenas 3:
Luteina, Zeaxantina e Meso-zeaxantina
Elas estão presentes na mácula que é a região mais importante da nossa retina, responsável pela visão central e mais nítida do nosso olho além da visão de cores.
Existem pesquisas que sugerem que o uso de suplementos com essas substâncias podem melhorar o desempenho visual de atletas e consequentemente seu rendimento esportivo.

Boas fontes de carotenóides são:
Cenoura, Brócolis, Milho, Espinafre, Abóbora, Ervilhas, Vegetais de folha verde (crua)

Ômega 3 e a visão

Ômega3 faz parte da família dos ácidos graxos alfa-linolênico (ALA), eicosapentaenoico (EPA) e docosahexaenoico (DHA), que não são produzidos pelo nosso organismo. Isto ,é são ácidos graxos essenciais que são necessariamente adquiridos pela alimentação
Os ácidos graxos ômega 3 estão correlacionados com a saúde dos olhos e podem desempenhar uma série de funções importantes dentro da retina6,7. Eles podem ajudar na reparação do dano celular, impedir a formação de vasos sanguíneos frágeis e possuem propriedades anti-inflamatórias que ajudam a proteger o funcionamento normal das células no interior da retina.
Além disso são substâncias importantes na formação da visão em crianças. O ômega 3 é encontrado no leite materno e alguns pediatras sugerem a suplementação de Omega 3 em gestantes e em algumas crianças recém nascidas.

Em adultos, Omega 3 tem 2 importantes funções:

- retardar ou impedir a evolução da DMRI
- melhorar o ressecamento ocular. O omega 3 melhora o olho seco ao reduzir a atividade inflamatória do olho e alterar o perfil lipídico das glândulas que produzem os óleos especiais que compõem a lágrima normal. É o que chamam de "vitaminas para olhos secos"



 O ômega 3 pode ser adquirido de fontes animais como peixes do tipo do sardinha, atum e salmão e de fontes vegetarianas como avelãs e o óleo de linhaça. No entanto, as formas vegetais são ricas no ômega 3 tipo ALA. E essa forma pode não ser bem metabolizada por todas as pessoas. Já as fontes animais são ricas nas formas de Omega 3 tipo EPA e DHA que são mais facilmente metabolizadas pelos humanos.

Vitaminas e Catarata

Até o momento não existem dados científicos absolutos que comprovem que a suplementação de vitaminas evita ou retarda o aparecimento de catarata. Os dados são controversos.
Muito menos a catarata pode ser revertida com o uso de vitaminas apenas. Uma vez instalada, a única opção de tratamento é cirurgia.


Fórmula de vitaminas para uma visão saudável

O estudo AREDS (Age-Related Eye Disease Study)

Esse estudo é um das pesquisas cientificas mais famosas na área da oftalmologia. Ele comprovou que uma formulação especifica de vitaminas pode retardar a evolução da DMRI ou degeneração macular relacionada a idade que é uma das principais causas de cegueira em pacientes acima de 60 anos em todo o mundo.
A formulação estudada é composta de Luteina, Zeaxantina,Vitamina C (500 mg), vitamina E (400 IU) beta carotene (15 mg)  Zinco (80 mg) Cobre (2 mg). 

OBS: Fumantes não devem tomar suplementos com betacarotenos

O AREDS comprovou que essa formulação pode evitar a progressão da DMRI da forma leve para a forma avançada mas não conseguiu comprovar que evitar o surgimento da DMRI em quem ainda não apresenta a doença.
Logo, o uso dessas vitaminas não é necessária em quem ainda não apresenta nenhum sinal de DMRI.
Posteriormente, o mesmo estudo (AREDS 2) comprovou que o Omega 3 também é importante na prevenção da DMRI. No entanto, também mostrou que essa prevenção era vista quando o ômega 3 vinha de uma alimentação natural e saudável e não de suplementos prontos.

Diversos suplementos vitaminicos encontrados no mercado hoje em dia, utilizam a fórmula pesquisada no estudo AREDS

Os remédios polivitaminicos são bons para os olhos?

Os medicamentos de polivitaminas apresentam todos ou quase todos os minerais e vitaminas necessárias para um pessoa comum e saudável levar uma vida normal. A dose dessas vitaminas são estabelecidas por cientistas em alguns estudos médicos. No entanto, eles podem não ser suficientes para pessoas com alguma doença especifica ou que apresente alguma deficiência de mineral ou vitamina especifica.
Importante lembrar que vitaminas em excesso podem ser prejudiciais à saúde e que uma pessoa com boa alimentação adquire as vitaminas em quantidade necessária para sua perfeita saúde e não precisa desses suplementos
Os estudos científicos não foram capazes de comprovar que o uso desse polivitaminicos diminui a ocorrência de doenças cardíacas, neurológicas ou mesmo catarata e DMRI.
Não há dados científicos que justifiquem usar polivitaminicos para prevenir ou retardar catarata e retinopatia diabética



 Para entender mais o que é a catarata e como trata-la, leia o texto abaixo

Quer saber como prevenir e tratar a Degeneração Macular? Então leia o texto abaixo


0 comentários:

Postar um comentário