Recent Posts

sábado, 9 de junho de 2012

Alergia Ocular - Como tratar

coceira nos olhos, alergia ocular

A Alergia Ocular é a principal causa de coceira nos olhos.
As pessoas que costumam ter alergia, como rinite, bronquite ou sinusite, costumam também ter coceira nos olhos devido a alergia. E outras pessoas apresentam somente alergia nos olhos e não em outras partes do corpo.
Embora na maioria das vezes a coceira nos olhos seja leve, em outras vezes, ela pode ser muito intensa, apresentar sintomas parecidos com conjuntivite infecciosa (vermelhidão, ardência, secreção, inchaço das pálpebras etc..) e até causar lesões na córnea que atrapalham a visão.

Qual o objetivo do tratamento da alergia ocular ?

- Diminuir os sintomas, principalmente a coceira
- Diminuir o número de crises ao longo do ano
- Evitar sequelas visuais decorrentes da alergia ocular crônica e severa

Quais são os tratamentos para a Alergia Ocular ?

O mais importante é evitar o contato com o alérgeno. Alérgeno é aquilo que causa a alergia, ou seja, poeira, ácaro, pólen, pelo de animais ....
Para isso é fundamental o controle do ambiente. As medidas abaixo são muito importante e devem ser feitas na casa de pessoas que sofrem com alergia constantemente


- Evitar tapetes, cortinas (preferir persianas por exemplo), bichos de pelúcia ou outros objetos que acumulem poeira
- Arejar a casa e deixar o sol entrar
- Lavar as roupas que estiverem guardadas no armário por muito tempo, antes de usa-las
- Evitar varrer a casa, levantando a poeira (ou fazer quando a pessoa alérgica não estiver em casa). Preferir passar um pano úmido.

Alguns exames podem tentar identificar a causa da alergia. Nesses exames, partículas de diferentes alérgenos são colocadas sobre a pele da pessoa e depois de algum tempo, verifica-se a qual substância a pessoa teve alergia (intradermo reação, prick test, patch test). Existem também os testes sanguíneos especificos para cada causa de alergia (p.ex. rast, mast, eliza).
Com isso é mais fácil combater a exposição a esse alérgeno.
Teste cutâneo para alergia
O uso frequente de lentes de contato gelatinosas também pode causar um tipo de alergia ocular. Nesse caso é necessário interromper o uso das lentes enquanto faz-se o tratamento com colírios. As lentes de contato rígidas podem causar uma conjuntivite papilar gigante que é um tipo diferente de alergia. O tratamento segue a mesma linha dos outros tipos de alergia.

Tratamento da alergia ocular com colírios

- Colírios lubrificantes: Esse colírios além de proporcionarem um alívio discreto na coceira também "lavam"  o olho, retirando a partícula do alérgeno que pode estar ali em contato com a superfície ocular. Podem ser usados na temperatura ambiente ou gelados (colocar na geladeira por alguns minutos). Compressas de água gelada também aliviam a coceira.

- Colírios antihistamínicos: Esses colírios diminuim a liberação e a ação de uma substância chamada histamina. Essa substância é responsável pela coceira. Ou seja, esses colírios apenas combatem a coceira mas não afetam a alergia em si. Um exemplo desse colírio é o Emadine  (emestadina 0,05%) que foi retirado de mercado há alguns anos. Hoje em dia no Brasil não existem mais colírios que sejam apenas anti-histamínicos 

- Colírios estabilizadores da membrana de mastócitos: Esses medicamentos interrompem a cascata da alergia, ao interferirem nas células responsáveis pela alergia que são os mastócitos (ou eosinófilos). Com isso eles ajudam a acabar com a alergia. No entanto eles demoram a começar a agir e quase não agem sobre a coceira. São exemplos desses colírios o Cromoglicato de Sódio (Cromolerg, Maxicrom)

Colírios dupla ação (antihistamínicos e estabilizadores da membrana de mastócitos): Esses são os principais colírios usados atualmente para combatem a alergia ocular. Além de diminuírem a coceira (efeito anti-histamínico) também interrompem o processo da alergia (efeito nos mastócitos) . Como exemplo podemos citar: Cetotifeno (Zaditen, Cetotifen), Olopatadina (Patanol e Patanol S), Epinastina (Relestat) e o recém lançado, Alcaftadina (Lastacaft)
colirio para coceira nos olhos
Colírios para alergia ocular

- Colírios de corticóides (cortisona): Em casos de alergia mais graves, com comprometimento da córnea e ameaça à visão (úlcera em escudo p.ex.), os oftalmologistas podem receitar colírios de corticóides. Eles agem rápido e de forma intensa sobre a alergia. Nesse caso, procura-se utilizar corticóides mais fracos e por pouco tempo, a fim de evitar os possíveis efeitos colaterais desses medicamentos. O paciente com alergia não deve usar esses colírios sem autorização e sem avisar ao seu médico.

- Colírios imunomoduladores: Em casos graves de alergia ocular, aonde é necessário usar os corticoides  com frequencia, o médico pode lançar mão desse tipo de medicamento. Eles ajudam a controlar a alergia e não tem tantos efeitos colaterais quanto os corticóides. São exemplos a Ciclosporina na forma de colírio (Restasis) e o Tacrolimus na forma de colírio ou pomada oftálmica.

Cirurgia para alergia ocular

Embora não exista uma cirurgia específica para casos de alergia ocular, quando a pessoa apresenta o que chamamos de "papilas gigantes" e não está tendo bom controle com o tratamento clínico, pode ser feita a remoção cirurgica dessas papilas. No entanto, além de ser tecnicamente difícil, algumas vezes as papilas gigantes podem voltar.
alergia ocular
Olho com alergia mas com papilas normais
alergia ocular
Olho com alergia e com papilas gigantes


Tratamento Sistêmico

Nos pacientes com alergia sistêmica (ou seja, em outras partes do corpo como nariz, garganta, pulmões, pele etc) é fundamental o acompanhamento do médico alergista. 
As vacinas anti-alérgicas ou vacinas para alergia podem ser ótimas opções na busca pela cura da alergia. Elas tentam desensibilizar o organismo as substâncias que causam a alergia, ou seja, fazer com que a pessoa, deixe de ser alérgica à poeira por exemplo.
O uso de anti-alérgicos na forma de comprimidos muitas vezes também melhora o quadro ocular.
A homeopatia e a acunpuntura também são duas boas opções para o tratamento da alergia.



Para saber mais o que causa, quais os tipos e como evitar a alergia nos olhos, leia o texto abaixo

A maneira correta de pingar os colírios, você descobre lendo o texto abaixo

0 comentários:

Postar um comentário