Recent Posts

Saiba tudo sobre a Conjuntivite

Aprenda os sintomas, o tratamento e como se prevenir da conjuntivite

Catarata

Saiba como é a cirurgia da catarata, quais os riscos e complicações

Ceratocone

Tudo sobre o tratamento do ceratocone. Anel de Ferrara, Crosslink de córnea, Lente de contato e até Transplante de Córnea

Você precisa de Óculos ?

Faça um teste online simples e rápido e descubra se você tem miopia, hipermetropia ou astigmatismo

Visite nossa seção de vídeos

Veja nosso vídeos sobre cirurgia de miopia, de catarata, de retina, de ceratocone e muito mais

Conjuntivite Alérgica e Coceira nos olhos




Coceira nos olhos é um sinal de alergia ocular. A alergia ocular é uma forma de alergia bastante comum. Quase 2 em cada 3 pacientes com alergia (rinite, sinusite por exemplo) vão apresentar sintomas oculares de alergia, como coceira, vermelhidão, lacrimejamento, inchaço e irritação nos olhos.

O que causa a alergia ocular?

Teoricamente qualquer coisa pode causar alergia. Pólen e ácaro são os agentes mais implicados. O agente que causa alergia é chamado de alérgeno. A maioria desses alérgenos está no ar, como pólen, ácaro, poeira, mofo, pêlo de animal, produtos de limpeza entre outros.
Outras causas de alergia como alguns alimentos não costumam causar sintomas nos olhos. Reações adversas a colírios podem causar sintomas de alergia ocular.


Por quê eu tenho alergia?

A alergia é uma resposta exagerada do organismo ao contato com alguma substância estranha. Por exemplo, o contato com o pólen das flores não causa nenhum problema na maioria das pessoas mas em pessoas sensíveis ela causará alergia, com sintomas de rinite, sinusite, asma e às vezes conjuntivite.

Como saber a causa da alergia?

Para identificar o que causa a alergia é importante a visita a um médico alergista e a realização de testes específicos. Existem testes que podem ser realizados na pele e testes realizados no sangue para tentar identificar a causa da alergia

Quais os sintomas da alergia ocular?

olho vermelho, coceira nos olhos
A alergia ocular apresenta sintomas que parecem uma conjuntivite. Por isso mesmo, nós médicos chamamos o quadro de conjuntivite alérgica.
O principal sintoma da alergia ocular é a coceira (prurido) ocular. Praticamente podemos dizer que não existe alergia se não houver coceira.
Outros sintomas:
Lacrimejamento excessivo, vermelhidão, irritação, sensação de areia, inchaço das pálpebras, ardência e queimação nos olhos, entre outros.
Como você notar, são sintomas comuns a uma conjuntivite infecciosa comum.
A alergia ocular sempre ocorre nos dois olhos, embora um olho pode ser muito mais acometido do que o outro. A doença geralmente é leve mas costuma ser recorrente, ou seja, vai e volta com freqüência.
Em formas graves da alergia ocular, os sintomas são muito intensos e atrapalham muito a vida do paciente. Pode inclusive causar lesões na córnea com comprometimento permanente da visão.

Quais as principais diferenças da conjuntivite alérgica para a conjuntivite infecciosa

- A coceira é mais comum e mais intensa na forma alérgica
- A secreção (tipo remela, branca ou amarelada) é mais comum e intensa na forma infecciosa mas também pode ocorrer na alergica
- A forma alérgica NÃO é contagiosa, ou seja, não passa de pessoa para pessoa. A forma infecciosa, ao contrário, transmite facilmente entre as pessoas.
- A forma infecciosa geralmente dura 1 a 2 semanas. Já a forma alérgica, se não for tratada, pode durar muitas semanas

A conjuntivite alérgica causa uma reação inflamatória no olho (com formação de papilas) diferente da conjuntivite infecciosa em que há formação de folículos. O paciente não tem como saber qual tipo de reação ele apresenta (papilas ou folículos) mas o médico oftalmologista pode visualizar essas reações e fazer a diferença entre os dois tipos de conjuntivite.

Como diminuir as crises de alergia? Dicas para evitar a alergia nos olhos:

Pessoas alérgicas devem tomar algumas medidas para evitar a ocorrência de crises alérgicas
• Mantenha o ambiente livre de poeira e de preferência arejado e ensolarado.
• Utilize produtos anti-mofo
• Lave as roupas guardadas por muito tempo, antes de usar, porque elas acumulam poeira e mofo.
• Evite objetos que juntam pó - cortina, tapetes, bichos de pelúcia. Troque tecidos de pano por tecidos plásticos. Encape travesseiros e colchões
• Limpe com frequência o filtro do ar condicionado.
• Evite flores ou animais domésticos (principalmente gatos e cachorros) dentro de casa.
• Evite lugares úmidos e com muita poeira
• Evite manusear produtos antigos ou guardados há muito tempo (livros por exemplo)
• Evite contato com fumaça de cigarro

Tratamento da Alergia Ocular

O mais importante é evitar a alergia. Para isso as medidas listadas acima são fundamentais para diminuir o número de crises.
Uma vez que a alergia já se instalou, EVITE COÇAR OS OLHOS.
Cada vez que você coça os olhos, libera mais mediadores químicos da alergia, causando mais coceira ainda e fazendo um círculo vicioso. Além disso, coçar muito o olho pode causar outros problemas como lesões na córnea a até uma doença chamada ceratocone (leia mais nesse post sobre ceratocone).

- Compressas geladas aliviam a coceira e impedem que você coce o olho aumentando ainda mais a irritação
- Uso de soro fisiológico ou colírios lubrificantes, lavam o olho, tirando os componentes que estão causando a alergia (pólen, poeira etc) do olho.
- Colírios antialérgicos: São colírios altamente eficazes, que só precisam ser usados 1 ou 2 vezes ao dia e praticamente não tem efeitos colaterais
- Colírios de corticóides: Os corticóides são antiinflamatórios altamente eficazes e potentes mas só devem ser usados em casos onde há lesões na córnea. Os corticóides tem muitos efeitos colaterais e só devem ser usados sob orientação médica.


Úlcera em escudo e outras complicações da alergia ocular

Ulcera em escudo por alergia ocular
Em casos mais graves, onde a inflamação persiste por longo tempo, pode ocorrer lesões na córnea. Essas lesões podem comprometer, as vezes de forma irreversível, a visão da pessoa. Uma dessas lesões é a chamada úlcera em escudo, que requer um tratamento imediato e intenso, as vezes, por um longo período.
Como já tido acima, a coceira persiste por longos períodos (meses a anos) pode levar ao desenvolvimento de uma doença chamada ceratocone.

Alergia ocular e Lentes de Contato

Mesmo quem usa lentes de contato há muito tempo pode apresentar alergia ao produto da lente ou ao produto de limpeza das lentes. Isso se manifesta como coceira, irritação e vermelhidão, principalmente quando tira a lente do olho.
Além disso, quem tem alergia, libera alguns resíduos na lágrima que se aderem na lente e causam irritação
Além do tratamento normal da alergia, é necessário interromper o uso da lente de contato por algum período.
Um tipo de alergia as lentes de contato é a chamada conjuntivite papilar gigante. As papilas típicas da conjuntivite alérgica ficam muito grandes causando intenso incomodo ocular.
Você sabe a maneira certa de pingar os colírios? Leia esse texto e evite desperdícios e obtenha um efeito melhor
http://www.medicodeolhos.com.br/2010/10/como-pingar-colirios-de-forma-correta.html

Quer saber mais sobre alergia, rinite alérgica, tratamentos da rinite etc ? Então leia o blog MDSaúde
http://www.mdsaude.com/2011/06/rinite-alergica-tratamento.html#more